Em complemento à medida apresentada pelo governador Eduardo Leite de antecipação de metade do 13° salário, o Banrisul anuncia a decisão de prorrogar operações de crédito consignado (descontado em folha) contratadas pelo funcionalismo estadual. A medida suspende a cobrança das parcelas nas folhas de pagamento de maio, junho, julho e agosto e vale para servidores do Executivo, Legislativo e Judiciário.

O presidente do Banrisul, Fernando Lemos, declara que atendendo também um chamamento do governador Eduardo Leite, a instituição vem buscando todas as alternativas possíveis para apoiar a população no drama enfrentado e, ao mesmo tempo, trabalhar na reconstrução econômica do Estado. “É uma medida em linha com tantas outras ações fundamentais que o governo estadual vem realizando com o apoio de outras esferas públicas e sociedade civil”, ressalta.

De acordo com Lemos, o banco vai possibilitar a prorrogação de quatro parcelas dos contratos em andamento, via aplicativo. “O processo é automático para todos. Somente os servidores que não desejarem a prorrogação devem se manifestar no aplicativo do Banrisul”, explica. As parcelas prorrogadas serão agendadas para o prazo final do contrato, acrescidas de mais quatro meses.

Além desse anúncio, o Banrisul divulgou na quarta-feira, 08, outras medidas emergenciais de apoio aos clientes. Entre elas, o crédito de R$ 7 bilhões em linha específica de capital de giro, na Conta Única para todas as empresas — MEI, micro, pequenas, médias e grandes empresas.

Já para pessoa física, o banco anunciou a repactuação de três parcelas das operações de crédito pessoal e a suspensão da cobrança das faturas de maio e junho dos cartões de crédito. Os clientes que precisarem também podem suspender o pagamento de três parcelas do crédito imobiliário Banrisul, diluindo no prazo remanescente do contrato. Para os clientes com crédito rural, o vencimento das operações de maio e junho será prorrogado para o mês de julho. Já para os clientes Vero, o banco anunciou que as empresas e pessoas físicas credenciadas terão isenção de tarifas pelo prazo de 60 dias nos meses de maio e junho.